Artigos

Tratamento da Coluna: Fisioterapia X Cirurgia

A incidência de dor na coluna na população em geral é extremamente elevada. Muitas são as causas do aparecimento dos sintomas de dor:

- Problemas anatômicos congênitos das vértebras podendo levar a desvios da coluna como hiperlordose cervical e lombar, hipercifose torácica, escoliose ou listeses (escorregamento de uma vértebra sobre outra);

- Lesões dos discos vertebrais ocasionando compressão da medula espinhal ou até mesmo estenose do canal medular;

- Degeneração das articulações vertebrais levando à osteoartrose e reação osteofitária (ou bicos de papagaio);

- Compressão das raízes nervosas;

- Distúrbios mecânicos-posturais - posturas viciosas, sobrepeso ou obesidade, gravidez, esforços repetitivos decorrentes do trabalho ou da atividade física ou até mesmo sequelas neurológicas;

- Doenças inflamatórias - espondilite anquilosante, espondiloartropatias, artrite psoriática, artrite reativa, artrite reumatoide juvenil;

- Doenças infecciosas - bacterianas e micóticas, tumorais (metástase óssea, mieloma múltiplo), metabólicas (osteopenia ou osteoporose);

- Distúrbios musculares - fibromialgia e dor miofascial.

O tratamento indicado na grande maioria dos casos é clínico utilizando medicamentos analgésicos, antiinflamatórios, relaxantes musculares, antidepressivos, infiltrações e fisioterapia. O tratamento cirúrgico raramente é indicado, estando reservado quando ocorrer falha no tratamento conservador bem conduzido por um mínimo de 2 meses e quando houver persistência e/ou progressão do déficit neurológico e crises repetitivas de reagudização.

Entretanto, o que se tem notado é um aumento significativo nas indicações cirúrgicas, tanto que em matéria recentemente publicada na mídia televisiva noticiou que o Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Hospital Albert Einstein foi procurado pelos planos de saúde a fim de encaminhar os pacientes com indicação de cirurgia para uma segunda opinião médica especializada. Concluíram que dos 1.724 pacientes encaminhados, 66% dos casos poderiam trocar a cirurgia de coluna por um tratamento de fisioterapia. (Ver link: http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-brasil/v/planos-de-saude-encaminham-segurados-para-segunda-opiniao-no-caso-de-cirurgia-de-coluna/2615885/)

Essa informação se torna de grande valia para a população, pois além da questão de ser um procedimento invasivo, os custos com o procedimento cirúrgico na maioria das vezes é extremamente caro devido ao honorário médico, custo do material utilizado e a internação hospitalar.

Frente a esta notícia nos sentimos na obrigação de explorar melhor o tema fisioterapia na reabilitação das algias da coluna e demonstrar as técnicas disponíveis no arsenal terapêutico.

Nos quadros agudos das dores da coluna o fisioterapeuta lança mão dos recursos analgésicos e antiinflamatórios através da termo, eletro e fototerapia utilizando equipamentos como o Laser, ultra-som, calor úmido superficial...

Nos casos onde há uma compressão mecânica da medula ou de suas raízes nervosas por um abaulamento ou protrusão do disco vertebral e até mesmo uma hérnia discal podemos utilizar a maca de flexo-distração, onde o paciente é posicionado em decúbito ventral (deitado de barriga para baixo) com os pés fixados e estabilizados por tiras no tornozelo e o equipamento realiza a descompressão articular das vértebras da coluna por meio do movimento passivo da coluna lombar.

 

Maca de Flexo-Distração associado a eletroanalgesia (TENS)
e calor úmido superficial para tratamento da dor lombar.

 

É comum utilizar conjuntamente com a maca de flexo-distração o equipamento de estimulação elétrica (eletroanalgesia - TENS) a fim de concorrer com estímulo da dor e bloqueá-la em nível medular e cortical.

Os exercícios são introduzidos quando o paciente sai da crise aguda e devem enfatizar a estabilização da coluna através do recrutamento muscular do chamado “núcleo de força ou core training”. Estimula-se a musculatura abdominal e paravertebral, sobretudo os músculos transverso de abdômen e multifídeos associando o movimento à respiração durante a realização do exercício. Pode-se lançar mão de técnicas específicas, tais como o Pilates, a Reeducação Postural Global (RPG), exercícios funcionais, método McKenzie, osteopatia, entre outros,... Na nossa experiência gostamos de mesclar um pouco de cada técnica no decorrer da sessão de fisioterapia, pois acreditamos que o mais importante é a técnica se adequar a cada caso de paciente e não a utilização de apenas uma técnica esperando resposta milagrosa pra todos os casos.

 

Exercício de ponte com bola suíça para recrutamento muscular do
“core” ou núcleo, sobretudo transverso do abdômen e multifídeos.

 

Exercício de fortalecimento abdominal, associado a padrão respiratório
para auxiliar recrutamento do transverso do abdômen.

 

Exercício de extensão de coluna na bola suíça para fortalecimento de
musculatura paravertebral, sobretudo para recrutamento de multifídeos.

 

Mobilização terapêutica da coluna lombar.

 

Os alongamentos apesar de muito discutíveis, muitos especialistas não acreditam na sua efetividade na prevenção de lesões, são muito importantes nesses pacientes porque encontramos na maioria dos casos encurtamentos musculares que associados ao sedentarismo e ao sobrepeso ou obesidade podem levar aos distúrbios na coluna.

 

Alongamento da cadeia muscular posterior com thera-band.

 

Alongamento muscular de glúteo.

 

Não menos importante, as orientações com relação à postura e a ergonomia seja no trabalho ou na atividade desportiva também são úteis para que não ocorra recidiva da lesão após o tratamento realizado.

Avaliação postural, bem como avaliação do padrão de pisada para orientação de calçado e palmilhas, se necessário, também tem seu valor para que não haja sobrecarga mecânica na coluna, seja por posturas viciosas ou por má distribuição da pressão na planta dos pés devido pés planos (ou chatos) ou pés cavos.

 

Baropodometria computadorizada para determinação distribuição da pressão
na planta dos pés para determinação do padrão de pisada e orientação de palmilha

 

Em caso de dúvidas ou esclarecimentos estamos à disposição daqueles que sofrem com dores ao nível da coluna.

Felipe Alves Machado
Fisioterapeuta
Crefito 3 / 47528 F
Mestre em Ciências - Unifesp / EPM
Clinica Life SP - Rua Bento de Andrade, 103 - Ibirapuera - São Paulo - SP - CEP: 04503-010
Tels.: 11 2507-9024 ou 2507-9024
www.clinicalifesp.com.br

Voltar

FacebookBlogInstagram

Unidade Ibirapuera: Rua Bento de Andrade, 103
(11) 2507-9021 | 2507-9024

Unidade Perdizes: Rua Dr. Cândido Espinheira, 250
Fone: (11) 3368-3116

Unidade Sorocaba (somente Reabilitação):
Av. São Paulo, 3333 - (15) 4009-3333 ramal 64

© 2011-2015 Clínica Life SP. Todos os direitos reservados

L2 Midia